Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Guia Portuário - Suape

Guia Portuário

Guia Portuário

Estrutura Portuária

 

Dados Técnicos

  • Profundidade: de 8 metros a 20 metros, na bacia de evolução, píeres e cais de atracação.

  • Área total do porto organizado: 3.232,58 hectares.

  • Bacia de evolução do Porto Externo: profundidade, em alguns pontos, de 20 metros e largura 1.200 metros.

  • Bacia de evolução do Porto Interno: profundidade, em alguns pontos, de 15,5 metros e largura 580 metros.

  • Canal de acesso: canal de acesso com 5 quilômetros de extensão, 300 metros de largura e 16,5 metros de profundidade. Canal de navegação interno com 1.430 metros de extensão e 450 metros de largura.

 

Porto Interno

Atualmente, o porto possui 1.600 metros de cais e cinco berços em atividade, todos com 15,5 metros de profundidade.

  • Cais 1:
    É público, possui 275 metros de extensão e movimenta predominantemente contêineres, carga geral, em especial cargas de projeto, veículos no sistema “ro-ro”, e açúcar em sacos.

  • Cais 2 e 3:
    Berços privados que concentram a movimentação de contêineres, com 660 metros de cais arrendados à empresa Tecon Suape, subsidiária da International Container Terminal Services, Inc. Profundidade de 14,4 metros no Cais 2 e 11,6 metros no Cais 3. Equipado com dois 2 portêineres Super Post Panamax, 2 portêineres Post Panamax e 2 portêineres Panamax. Ao todo são 660 m de cais com capacidade para movimentação de 700 mil contêineres/ ano.

  • Cais 4:
    É público e possui 350 metros de extensão. Atualmente, movimenta carga geral, especialmente carga de projeto, produtos siderúrgicos, trigo a granel e veículos no sistema “ro-ro”. Equipado com um portalino e uma esteira rolante de 1,7 quilômetro, foi construído para interligar esse cais ao moinho de trigo da Bunge Alimentos.

  • Cais 5:
    É público, e possui 343 metros de extensão. O berço opera carga geral e granéis sólidos. Dentre as cargas que predominam, estão: carga de projeto, veículos no sistema “ro-ro”, açúcar em sacos, produtos siderúrgicos, escória e clínquer. Equipado com 1 guindaste MHC Liebherr (TSUA Operações Portuárias).

 

Tecon –Suape

  • Estrutura: Utilização de 3 berços em um total de 935m de extensão, sendo 660m de cais próprio (arrendado) e utiliza mais 275m de cais público.

  • Calado: 14,5m

  • Canal de Acesso: 250m de largura por 16,5m de profundidade.

 

Porto Externo

Possui um molhe de pedras de proteção em “L” com 3.100 metros de extensão e abriga quatro píeres de granéis líquidos (PGL 1, PGL 2, PGL 3A e PGL 3B), um Cais de Múltiplos Usos e uma tancagem flutuante de GLP.

  • Píer de Granéis Líquidos - PGL 1
    Possui 330 metros de extensão, dois berços para navios de 200 metros de comprimento. Possui 12,7 metros de profundidade no berço Leste e 12,9 metros no berço Oeste, ambos para atracação de navios de 45 mil toneladas por porte bruto (TPB). Sua plataforma central conta com 85 metros de comprimento e 25 metros de largura, quatro dolfins e ponte de acesso a tubulações de transporte de granéis líquidos. Operado por mangotes.

  • Píer de Granéis Líquidos - PGL 2
    Com 390 metros de extensão, tem dois berços para navios, tendo o berço oeste 13,5 metros de profundidade e o berço leste 12,6 metros, comportando navios de até 90 mil toneladas por porte bruto (TPB). Plataforma de 46 metros de comprimento e 30 metros de largura com dez dolfins para atracação e amarração. Ambos os berços são operados por empresas habilitadas pela Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), e pré-qualificadas pelo Porto de Suape. Equipado com 12 braços mecânicos.

  • Píer de Granéis Líquidos - PGL 3A
    Atende navios petroleiros de até 170 mil toneladas por porte bruto (TPB), tendo 17,7 metros de profundidade e bacia de evolução com 20 metros de profundidade em alguns pontos. Possui sete braços de carregamento e opera navios do tipo Suezmax.

  • Píer de Granéis Líquidos - PGL 3B
    Recebe navios petroleiros de até 170 mil toneladas por porte bruto (TPB), tendo 17,7 metros de profundidade e bacia de evolução com 20 metros de profundidade em alguns pontos. Possui cinco braços de carregamento e opera navios dos tipos Aframax e Suezmax.

  • Cais de Múltiplos Usos - CMU
    Atende navios de até 80 mil toneladas por porte bruto (TPB). Profundidade de 10,2 metros em seu berço oeste e 14,0 metros em seu berço leste, conta com plataforma de operações com 343 metros de extensão e 39 metros de largura. Equipado com dois shiploaders para embarque de coque de petróleo e dutos de bunker e movimentação de óleo combustível e óleo vegetal.

  • Tancagem Flutuante de GLP
    Realizada por navio de gás refrigerado de 45 mil toneladas por porte bruto (TPB) e 75 mil metros cúbicos de capacidade, que atende, a contrabordo, a navios de igual porte. Atualmente, a tancagem está atracada no PGL 2.

 

 

Operação

  • Principais produtos movimentados Granéis líquidos (petróleo e seus derivados, sendo os principais movimentados: diesel, gasolina, GLP, querosene de aviação, gasolina de aviação, óleo combustível para bunker e termelétricas, nafta petroquímica, produtos químicos, álcoois, óleos vegetais, etc.), contêineres carga geral (dentre elas, veículos no sistema Roll on Roll off, cargas eólicas, açúcar em sacos, chapas de aço), granéis sólidos (trigo, clínquer e escória).

  • Software para controle de pátio, de navios e/ou para simulação/otimização – Para navios, somos dotados de AIS da Marine Traffic e estamos estudando possibilidades de software de gestão de tráfego e operações. Para gestão de pátios públicos, utilizamos o SARA, que é homologado pela Receita Federal para controle de pessoas, veículos transportadores e movimentação de mercadorias (veículos importados e exportados são mercadoria) em recintos alfandegados.

 

 

Equipamentos

  • Guindastes

  • Portêineres

  • Transtêineres

 

 

Tecon Suape

  • 2 portêineres Super Post-Panamax;

  • 2 portêineres Post-Panamax com capacidade para 65t cada;

  • 2 portêineres Panamax com capacidade para 40t;

  • 10 Reach Stacker com capacidade para 45t;

  • 14 transtêineres RTG’s, sendo 2 com capacidade de 41t e 2 de 35t;

  • 520 tomadas reefers para contêineres congelados;

  • 50 tomadas para PTI (Pré Trip Inspetion);

  • 11 carretas

 

 

PGl 1
Opera somente por mangotes

 

PGl 2
14 Braços mecânicos. Sendo 2 Decal e 6 RNEST em cada berço.

 

PGL 3A
7 braços mecânicos

 

PGL 3B
5 braços mecânicos

Contato

Km 10, Rodovia PE-60

Ipojuca - PE - Brasil

CEP: 55.590-000

PABX: +55 (81) 3527-5000

FAX: +55 (81) 3527-5066

Ouvidoria

Tel: +55 (81) 3527-5000

ouvidoria@suape.pe.gov.br

CANAL DE DENÚNCIA

Tel: +55 (81) 3527-5005

canaldedenuncia@suape.pe.gov.br

Redes Sociais

social social social
social social social

Links Úteis

antac       acesso
         

logo 3

      sei