Seu navegador não suporta java script, alguns recursos estarão limitados. Jovens de comunidades do entorno de Suape iniciam capacitação em logística reversa de eletrônicos

Notícias

Jovens de comunidades do entorno de Suape iniciam capacitação em logística reversa de eletrônicos

|    Porto

Empresa lança segunda etapa do projeto Economia Circular – Logística Reversa de Equipamentos Eletroeletrônicos

materia 01102021 edit

Sessenta jovens em situação de vulnerabilidade social das comunidades de Vila Nova Tatuoca e de Nova Vila Claudete, no Cabo de Santo Agostinho, no Grande Recife, começaram a participar, nesta sexta-feira (1º), do curso de logística reversa de aparelhos eletrônicos. A capacitação é a segunda etapa do projeto iniciado em 2020, que pretende oferecer oportunidades de especialização para pessoas que vivem nas comunidades localizadas na área de influência do Complexo Industrial Portuário de Suape.

Nas aulas, os alunos vão estudar temas como economia circular, recondicionamento e restauração de equipamentos eletrônicos, além de autogestão e marketing digital. “É um projeto muito importante, pois a questão da destinação dos resíduos sólidos passa, cada vez mais, a ser uma obrigação das empresas, uma obrigação do poder público, e a empresa Suape está completamente alinhada com esse propósito. Junto a isso, estamos aproveitando para formar esses 60 jovens, provendo condições para que possam pensar em empreendimentos nessa área, oferecendo suporte técnico adequado. A ideia é que alguns deles possa empreender ou ser aproveitados em empresas do complexo”, explica o diretor de Meio Ambiente e Sustentabilidade da estatal portuária, Carlos Cavalcanti.

O conceito de economia circular baseia-se na redução, reutilização e recuperação de resíduos descartados pela cadeia produtiva. É o oposto da economia linear, em que o ciclo dos materiais termina com o descarte. Os equipamentos remanufaturados pelos alunos voltarão a ter uso na própria comunidade, centros sociais e associações das localidades atendidas pelo projeto. “O conceito do programa é exatamente esse: fazer com que esses equipamentos eletroeletrônicos voltem para o consumo. É o modelo mais inteligente e sustentável para o mundo”, pontua Felipe Carrilho, coordenador de Educação Ambiental e Resíduos Sólidos de Suape.

A capacitação, com duração de 90 dias, será dividida em três módulos: básico, para os 60 inscritos; intermediário, para 30 estudantes; e avançado, para 20 selecionados. A carga horária é de 50 horas/aula. Os encontros acontecem no galpão de Vila Nova Tatuoca, seguindo todos os protocolos de prevenção à covid-19, como uso obrigatório de máscara, distanciamento de 1,5 metro por pessoa e higienização das mãos com álcool gel.

Para a comerciante Janiene Maria dos Santos, 37, o curso oferece oportunidades de aprendizado que vão além da questão profissional. “É importante ter a chance de aprender um novo ofício. Mesmo que não levemos adiante de forma profissional, é mais um conhecimento que poderá servir para nossas vidas. É bastante válido”, salienta. Os estudantes foram selecionados previamente pela empresa que está ministrando o curso, a Fidat Consult. A iniciativa também contempla a implantação de sistema de descarte de resíduos, com a instalação de cinco ecopontos em locais estratégicos da região.

Contato

Km 10, Rodovia PE-60

Ipojuca - PE - Brasil

CEP: 55.590-000

PABX: +55 (81) 3527-5000

FAX: +55 (81) 3527-5066

Ouvidoria

Tel: +55 (81) 3527-5070

ouvidoria@suape.pe.gov.br

CANAL DE DENÚNCIA

Tel: +55 (81) 3527-5070

ouvidoria@suape.pe.gov.br

Redes Sociais

social social social
social social social

Links Úteis

antac       acesso
         

logo 3

      sei